Detalhe Notícia

08-03-2018
Semana de ênfase espiritual

Buscar a Deus e à manifestação do Seu Espírito foi o foco central de uma semana especial realizada pela Assembleia de Deus Pentecostal de Aveiro, que decorreu entre 20 a 23 de fevereiro.

Quatro dias intensos dedicados ao tema do Espírito Santo e do Seu mover no meio da Igreja e nos crentes. No primeiro dia, o Pastor António Almeida, da Figueira da Foz, abordou as características do Espírito Santo, recorrendo a dois livros das Escrituras para fazer um paralelo bíblico. Usou Joel 2 e Atos 2, um no Antigo e outro no Novo Testamento para expor as características do Espírito Santo e o como os crentes devem esperar e buscar o enchimento com o Espírito Santo.

Na mesma linha de pensamento e ensino continuou o Pastor José Matos, de Carvalhal Redondo, na quarta-feira, apelando a uma busca contínua do crente pelo batismo com o Espírito Santo, usando como exemplo o incenso que ardia continuamente no altar de ouro no lugar santo. O Pastor João Paulo Duarte, de Ovar, salientou, na quinta-feira, que os que, no Dia de Pentecostes (como refere Atos 2), receberam o batismo com o Espírito Santo, estavam reunidos. Ou seja, frisou a importância da ideia de grupo e reunião para buscar algo da parte de Deus e de uma disposição do crente para receber o sobrenatural de Deus.

No último dia desta semana de ênfase espiritual, na sexta-feira, o Pastor Paulo Rosa, citando Efésios 3:14-19, incitou os crentes a firmarem-se no poder do Espírito Santo que existe no homem interior. “Por causa disso, me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome, para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior; para que Cristo habite, pela fé, no vosso coração; a fim de que, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus”.

Uma plenitude que se tornou clara ao longo da noite, tendo sido visível o mover do Espírito Santo no culto, batizando alguns irmãos, os quais há muitos anos ansiavam por esta experiência, bem como conduziu outros à manifestação dos dons espirituais.